top of page

O que é um motivo musical?

Você, compositor, já ouvir falar em motivo musical?


Saberia definir a que se refere esta expressão?


Continue comigo na leitura para desmistificarmos este termo e entender como ele é importante para criadores musicais.


Se pensarmos no sentido mais recorrente da palavra, motivo está associado a razão de ser, um motivo pelo qual fazemos alguma coisa. Em música, motivo tem um sentido um tanto quanto diferente.


Segundo o artigo do Oxford Music Online, de William Drabkin, “motivo é uma ideia musical curta, melódica, harmônica, rítmica ou qualquer combinação das mencionadas acima. Pode ter qualquer tamanho e é, geralmente, referenciado com uma menor parte de um tema ou frase que ainda mantém a sua identidade como uma ideia.” (tradução livre)

De maneira simplificada, motivo seria uma pequena célula musical, uma menor estrutura que pode identificar uma composição. Podemos comparar com um tijolinho com o qual se constrói uma composição musical. Em geral, ela tem características de alturas intervalares (relação entre as notas) e características rítmicas.


A genialidade no uso de um motivo musical

Para ficar mais prático e didático, trago aqui como exemplo um dos motivos mais famosos da história: a abertura da Quinta Sinfonia de Beethoven.


Melodia de abertura - Quinta Sinfonia de Beethoven
Melodia de abertura - Quinta Sinfonia de Beethoven

Se você ouvir atentamente a essa obra, você perceberá que ela é - em grande parte - baseada neste motivo bem simples, com quatro notas. Esse motivo é apresentando, se repete, e depois se desenvolve ao longo da composição.


A genialidade de Beethoven fica clara – entre outras coisas – justamente na maneira como ele consegue transformar um motivo simples em uma das obras mais icônicas da história da música.


Uma brincadeira criativa musical

Como exemplo adicional eu resolvi improvisar um pouquinho com esses motivos também. Brincar um pouquinho de ser Beethoven. Gravei essa breve brincadeira como parte do vídeo que acompanha esse blog. Clique e assista logo abaixo.



Devemos pensar - enquanto compositores e arranjadores - sobre a importância do entendimento de motivos musicais e a habilidade de manipulá-los. Esse conhecimento e domínio criativo é uma das questões chave para o desenvolvimento de uma obra musical que seja coerente e coesa.


*Se você quiser um guia nesse estudo, eu aprofundo estes temas no meu curso de “Processos Criativos Musicais”.


Domine o desenvolvimento de motivos na sua música

Para finalizar, proponho uma breve reflexão sobre o assunto: seria mais importante o motivo em si – a ideia musical – ou o desenvolvimento dela durante obra?


Falo isso, porque certo dia me deparei com a seguinte citação: “a genialidade não está na ideia em si, mas sim no desenvolvimento desta ideia”. Confesso que não me recordo onde li (ou ouvi) e nem o autor de tal frase. Mas, independente desse meu lapso de memória e referência, esse conceito me marcou muito, tanto que eu carrego essa citação comigo até hoje.


Eu realmente acredito que a genialidade de grandes compositores está justamente no desenvolvimento das ideias. E, aqui, os motivos são uma peça essencial!

 

Gostou do conteúdo?


Deixe nos comentários dúvidas e sugestões para os próximos blogs! E não deixe de visitar os meus perfis no Instagram, Facebook e o canal do YouTube para vídeos completos com conteúdos exclusivos!


 
Rafael Piccolotto de Lima - Compositor, arranjador, diretor musical, produtor musical e educador
Sobre o autor

Rafael Piccolotto de Lima foi indicado para o Grammy Latino como melhor compositor erudito. Ele é doutor em composição de jazz pela Universidade de Miami e tem múltiplos prêmios como arranjador, diretor musical, produtor e educador.


Suas obras foram estreadas e/ou gravadas por artistas como as lendas do jazz Terence Blanchard, Chick Corea e Brad Mehldau, renomados artistas brasileiros como Ivan Lins, Romero Lubambo, e Proveta, e orquestras como a Jazz Sinfônica Brasileira, Orquestra Sinfônica das Américas e Metropole Orkest (Holanda).


Criadores musicais (conteúdo educacional):

Rafael Piccolotto de Lima (conteúdo artístico):
44 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page